Skip to main content

Programação Funcionando numa Facção de Costura- Dr Gestão

Como será que a programação funciona em uma facção? O PCP realmente se encaixa no cenário atual do qual estão inseridas as facções? Eu segui todos os passos para implantação do PCP, mas ele ainda não está funcionando como deveria o que eu devo fazer? Vou tentar responder à essas perguntas e dar algumas dicas para melhorar sua produção e seu PCP.

Muitas vezes os produtos entram na linha de produção faltando algum insumo, algum aviamento, algum material, qualquer que seja. Este é um dos motivos para que o PCP que você programou na sua facção pode não estar funcionando corretamente.  Também ocorrem diversas vezes pausas para conserto das máquinas, isto também altera sua programação. Mais um fator que domina as facções e que está errado, não fique trocando a máquina toda hora para reutiliza-la em outro setor. Isto atrasa e muito sua produção.

Primeira Dica

Sempre regule sua máquina para a utilização que ela será destinada. Caso você vá trabalhar com tecido plano ou elástico, por exemplo, será necessário regular sua máquina para cada um deles, se trata de uma regulagem diferente. Isto serve para outros tipos de utilizações das máquinas também.

Por consequência, não faz sentido tirar um equipamento que está regulado para uma utilização, regular ele inteiro novamente para outra, utiliza-lo lá e depois voltar para sua utilização inicial, mesmo fazendo as devidas regulações.  Para aparelhos que possuem uma utilização menos frequente até pode ser feito isto, mas deve ser evitado.

O ideal é ter uma maquina fixa para cada uma das operações de uso contínuo e não trocar a máquina para realizar outras opções a menos que seja totalmente necessário. Essas trocas geram perda de tempo, atrasos no cronograma e diminuição da eficiência do usuário. Todos correspondem a efeitos negativos para sua produção e tenho certeza que você quer estes efeitos o mais longe possível de sua facção.

Minha sugestão é a seguinte: Tenha uma ou mais máquinas destinadas a realizar múltiplas operações, de este modo você evita parar a máquina de uso fixo e atrasar sua operação toda.

Segunda Dica

­­        Nunca deixe o produto começar na linha de produção sem todos os requisitos necessários, sejam eles aviamentos, insumos, ou o que seja. Não adianta nada você colocar logo sua produção na linha se ela for ter que ficar parada lá na frente por conta de itens que ainda não chegaram do seu fornecedor, isto gera uma situação caótica e promove a desorganização e baixa na qualidade de sua produção além de uma grande probabilidade de atrasar o sistema todo.

Terceira Dica

Tenha cuidado com os consertos. Muitas vezes vejo o interrompimento de uma linha de produção ou segmento da mesma para consertar a máquina, atrapalhando os setores vizinhos e toda a sua produção. Diria até que é muito difícil uma produção resistir à uma manutenção das máquinas simultaneamente ao momento que está produzindo.

A melhor metodologia é criar um horário para estas manutenções, programe um tempo do seu dia para corrigir problemas mecânicos, um horário fixo, tal quais 13 às 14h, 14 às 15h e etc. Aproveite parte do horário do almoço para esta correção e promova prêmios de produção para equilibrar o desfalque que a quebra da máquina gerou.

Concluindo

Se atente para estes três pontos que levantei, o conserto não pode atrapalhar sua produção, ele deve mantê-la em funcionamento.  Na hora que você iniciar seu processo industrial, garanta que não falta nada para esta. Fique no pé de seu fornecedor para que não atrase sua produção, mas também não inicie se não possuir tudo que for necessário.

Para finalizar, uma dica extra, um bônus. Não pense em adiantar, aliás, não utilize este termo em sua confecção, oficina/facção. Não existe adiantar para este mundo. Você segue o cronograma, buscar adiantar só gera problemas de qualidade, afinal você já deve ter cronogramado qualquer adiantamento possível no inicio de sua produção.

Corte todos estes problemas pela raiz. Esta é sua missão, senhor empreendedor. Não permita que estes problemas continuem se propagando por sua facção. Regule as máquinas de acordo com a necessidade e não pare a máquina toda hora para trocar de aparelho. Não deixe que o seu produto entre faltando algum insumo ou aviamento. E por último, realize suas manutenções em horários pré-definidos de modo que não atrapalhe sua produção.

Peço que todos os meus leitores, gestores, líderes, empreendedores, encarregados, e todos os mais que possam gostar de meu trabalho, se atente a estas dicas que levantei aqui. Garanto que você terá um resultado muito melhor do que você está tendo hoje caso lide com estes problemas pela raiz.

 

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva em Gestão da Indústria de Confecção
Sou natural da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tenho 47 anos, sou graduado em Administração de Empresas pelo Senai/Cetiqt e possuo pós-graduação em Logística Empresarial pela Funcefet. Depois de mais de 19 anos de atuação profissional, posso dizer que sou simplesmente apaixonado pelo mundo da indústria têxtil e de confecção do vestuário.
Luiz Roberto Saraiva

Últimos posts por Luiz Roberto Saraiva (exibir todos)