Skip to main content

Passo a Passo: Como montar uma fábrica de jeans

O empreendedorismo tem sido, cada vez mais, uma opção de vida. Ter o seu negócio próprio pode significar a liberdade que tanto busca. Não só liberdade financeira, mas liberdade pessoal. Passa a ser dono da sua própria vida, e isso pode valer mais do que muitos milhares na sua conta bancária.

De entre o empreendedorismo, uma área que tem vindo a crescer de dia para dia é a das confecções de roupas jeans. A ganga está sempre nas últimas tendências de moda, e não há ninguém que não tenha uma peça de roupa com esse tipo de tecido.

Para abrir um negócio nessa área é necessário analisar alguns fatores, de forma a decidir o que é melhor para fabricar, quer estejamos falando da nossa própria marca, quer estejamos falando de terceirizar de outros.

Antes de partir para a ação, verifique bem qual o orçamento que tem disponível. Isso é fundamental para saber qual será o seu investimento na mão de obra, no espaço, e nos materiais que vai usar para montar a sua fábrica.

Faça um levantamento dos custos das máquinas, materiais diversos, como linhas, giz, tesouras, mesas, entre outros. Tenha em conta também o custo de treinamento e profissionalização, fundamental para o sucesso do seu negócio.

Fábrica de jeans – Como funciona?

A primeira coisa a fazer é procurar um local que seja adequado para montar a sua fábrica de jeans. A localização é importante para que a fábrica funcione com eficiência. Procure sempre um espaço amplo, de forma a que consiga dividir as partes das diferentes etapas de fabricação, entre elas a sala de corte e costura, a de revisão, de embalagens, e destine também uma sala para receber os materiais, outra para escritório, vestiário, e uma para refeitório.

Entre essas etapas estão a sala de corte e costura, revisão, embalagens, para receber os materiais além de escritório, vestiário e refeitório.

Quanto ao equipamento, procure sempre máquinas de costura de tamanho condizente com a sua fábrica. Não adianta ter uma máquina muito grande se o espaço que tem disponível é relativamente pequeno.

Coloque no seu orçamento inicial uma quantidade razoável de materiais para os profissionais trabalharem, como tábuas de passar, tesouras, botões, ferros de passar roupa, tecidos jeans, linhas, agulhas, entre outros.

Vale lembrar também que os materiais a usar diferem de acordo com o tipo de peça a produzir. Por exemplo, para produzir jeans com tons diferentes é necessário que tenha tintam que dão aquele aspecto de desbotamento.

Fábrica de jeans – O que é preciso?

O mais importante de tudo, para ter sucesso nesse mercado, é se profissionalizar. Existem várias escolas técnicas oferecendo cursos. Algumas escolas ajudam também a ter reconhecimento nos seus serviços.

Também é importante que, na hora de abrir uma fábrica de jeans, conjugue peças mais clássicas, mas também modernas e atuais, que seguem as últimas tendências da moda.

É talvez por isso que as peças jeans são tão bem recebidas pelo mercado. Ao mesmo tempo que conseguem ser ultramodernas, elas também são peças intemporais. Sabe aquelas calças jeans que comprou há dez anos? Nunca saem de moda!

Inclua, assim, roupas jeans com corte reto, para os mais tradicionais, e modelos mais atuais, como as skinny.

Outro aspecto muito importante nas peças jeans é o conforto. As pessoas que gostam de peças jeans são pessoas que preferem andar confortáveis, e por isso deve sempre ter isso em conta na produção dessas peças em particular.

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva em Gestão da Indústria de Confecção
Sou natural da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tenho 47 anos, sou graduado em Administração de Empresas pelo Senai/Cetiqt e possuo pós-graduação em Logística Empresarial pela Funcefet. Depois de mais de 19 anos de atuação profissional, posso dizer que sou simplesmente apaixonado pelo mundo da indústria têxtil e de confecção do vestuário.
Luiz Roberto Saraiva

Últimos posts por Luiz Roberto Saraiva (exibir todos)