Skip to main content
Molde, Corte, Costura, Camisa De Malha, Rendimento-Dr Gestão

Molde, Corte, Costura, Camisa De Malha, Rendimento- Dr Gestão

Olha vou te contar como é perigosíssimo não está preocupado com o setor de corte.

O assunto abordado nesse artigo Molde, Corte, Costura, Camisa de Malha, Rendimento é assunto que dá pano para manga. kkkk

Modelagem requer um tratamento melindroso, porque se não for bem interpretado o que a design de moda/estilista desenha passa para a modelista vai descendo ladeira abaixo esse problema de modelagem se não estiver bem explicado e entendido . Porque existe realmente a necessidade de fazer ajustes, acertos. Mas no máximo uma, ou duas vezes, e não três vezes como acontece. Quando ocorre de serem mais de duas vezes . A interpretação do desenho não está sendo feita corretamente. Ou a modelista está tendo realmente dificuldade de modelar o que foi passado. A real necessidade de fazer uma eximia interpretação vai anular problemas futuros. Caso contrário a pilotista a costureira que vai montar a peça, que chamamos de peça piloto, vai montar na máquina de costura erradamente. Foi o que mencionei nas linhas anteriores. Vai descer de ladeira a baixo esse problema.

O rendimento é também um dos fatores na hora de construir a modelagem. Pois pode ocorrer sérios problemas, não sendo bem avaliado quanto realmente foi comprado essa matéria prima, qual é o rendimento da malha, quilos versus metro. Com o teste de gramatura que é a prova real se não comprou matéria-prima gato por lebre. Claro que na hora do encaixe dos moldes seja o encaixe de forma manual ou digital poderá inclusive ver o desperdício.

Quando programado e claro acompanhado essa matéria prima e também os insumos, fará com que a corporação obtenha bons lucros. Quando na absorção dos custos (mod,moi,cif, depreciação ,encargos sociais, custo mensal, custo minuto, ficha técnica). Irão poder ficam bem claro. Visto que custo do produto, a matéria-prima correspondem cerca de 40% a 60%%.

Com isso o Corte será prejudicado, consequentemente a costura e todo o processo, o lead time de atravessamento do produto em todas as fases da indústria, a camisa de malha citado no título como exemplo.

A modelagem é base de tudo, podendo assim se dizer. É a modelagem o calcanhar de Aquiles de muitos empresários. Razão do corte está afinadíssimo com a costura. E falando de camisa de malha, exemplo que foi dado é de suma importância por haver uma concorrência acirrada no mercado de camisa de malha.

O molde como princípio de não haver retrabalho, tendo que desmanchar costura, partes componentes, mesmo até depois de sumariamente aprovado por alguém que está envolvido com o desenvolvimento do produto. Razão que a modelista e a pilotista são irmãos siameses. Igualzinho também a ficha técnica e a peça piloto. Existe a obrigatoriedade de andarem juntinhos e falarem a mesma linguagem.

A concorrência é dura, cruel e mortal, trabalhe bem isso no seu produto camisa de malha, de preferência malha penteada 30.1Claro que existe outros fios, como o 40.1 e o fio 60.1 que é top do mercado. Porém muito difícil de achá-lo.

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva em Gestão da Indústria de Confecção
Sou natural da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tenho 47 anos, sou graduado em Administração de Empresas pelo Senai/Cetiqt e possuo pós-graduação em Logística Empresarial pela Funcefet. Depois de mais de 19 anos de atuação profissional, posso dizer que sou simplesmente apaixonado pelo mundo da indústria têxtil e de confecção do vestuário.