Skip to main content

P de Produção do PCP-Produtividade de uma Fábrica-Dr Gestão

Aprofundando mais o PCP

Já sabemos que o PCP é uma ferramenta de gestão empresarial muito utilizada em fábricas, confecções, facções/oficinas e empresas. Também sabemos que sua sigla significa Planejamento e Programação, Controle e Produção. Senti que era interessante “prender algumas pontas soltas” e separei um tempo do meu dia para ver os artigos anteriores. Percebi que um segundo artigo de produção com alguns exemplos numéricos iriam tornar a coisa toda mais visual. Portanto, aqui estamos nós, com um texto de alta qualidade para falar sobre esta importante parcela da gestão empresarial. A Produção.

Exemplificando

Vou falar todos os dados e colocar em uma tabela para melhor ilustrar a situação.  Nesta tabela, colocarei colunas na seguinte ordem: Salário, encargos, custos, eficiência, custo real e a diferença.

Vou adotar alguns valores para iniciarmos o exemplo.

  • Adotaremos uma remuneração de um operador de costura como R$ 800,00 reais.
  • Encargo de R$ 800,00 reais também.
  • Com estes dois dados teremos que o custo será R$ 1600,00 reais
  • Adotando uma eficiência de 50%.
  • Deste modo, o custo real aumentará para R$ 3200,00 reais.
  • A diferença entre os custos é de R$ 1600,00 reais.

Ao longo dos anos eu adquiri muitos conhecimentos vindos da experiência na área. A melhor eficiência que você encontrará no mercado é de 85%.  Nem mesmo as máquinas apresentam rendimento de 100%, imagina o profissional contratado que é um ser humano assim como eu e você? Você nunca vai se deparar com resultados perfeitos, mas pode aceitar como excelência resultados de 80/85%.

Mais exemplos

Vamos agora utilizar o mesmo exemplo com uma única alteração para observarmos as mudanças. Com uma nova eficiência de 85%.  Deste modo, salário e encargos continuam valendo R$ 800,00 reais e o custo R$ 1600,00 reais. Até agora esta igual ao exemplo anterior. Como a eficiência está 35% maior, o novo custo real será de R$ 1882,35 reais. Isto representa uma economia de R$ 1317,64 reais para sua empresa.

Terceiro exemplo

Mais dois exemplos para fixar melhor o conteúdo. E se não considerarmos os encargos, apenas salários nos custos da nossa empresa sendo que os funcionários tenham uma eficiência de 50% apenas. Assim teremos um salário de R$ 800 reais, um custo de R$ 800 reais e um custo real de R$ 1600 reais.

Quarto exemplo

Caso nesta hipótese anterior houvesse uma eficiência de 85%, o custo final seria apenas R$ 941,18 reais e a economia seria um total de R$ 658,82 reais. Quase que um salário inteiro de um funcionário economizado mensalmente. Esta otimização dos orçamentos que fazem toda a diferença entre as empresas que sobem e alcançam o sucesso e aquelas que desaparecem com o avanço do mercado.

O conteúdo deste artigo serve para que você fique ligado na sua propriedade. Existem várias formas de fazer com que o profissional de costura, corte e acabamento queira sair da própria casa para trabalhar. Com algumas economias você pode aumentar os benefícios, investir em infraestrutura, comprar materiais melhores, ampliar o período de férias entre outras coisas que garantam um profissional trabalhando para você mais feliz e com resultados melhores, aumentando sua eficiência. Aprenda a dividir o bolo.

Acredito que estes muitos exemplos servirão para tornar esta coisa toda da produtividade assim como sua importância muito mais visualizável. E não acredito que alguém possa implantar uma ideia se não visualizar as vantagens que serão adquiridas com ela.

 

 

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva em Gestão da Indústria de Confecção
Sou natural da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tenho 47 anos, sou graduado em Administração de Empresas pelo Senai/Cetiqt e possuo pós-graduação em Logística Empresarial pela Funcefet. Depois de mais de 19 anos de atuação profissional, posso dizer que sou simplesmente apaixonado pelo mundo da indústria têxtil e de confecção do vestuário.