Skip to main content

Logística- Dr Gestão

A logística por definição é estoque, transporte e localização. A parceria que com o PCP sempre deu muito certo, tanto que eles estão sempre juntos.

Existe sim, uma grande confusão quando alguns docentes atribuem ao empregar essa ferramenta. E acharem que PCP é Logística ou Logística é PCP. Claro que não seria leviano se não afirmasse que ambos se completam e andam inter-relacionados. PCP é comum em quaisquer que seja o seguimento da Indústria. O primeiro P se uniu ao outro P e ficou Planejamento e Programação. O C é controle e o último P diz respeito produção.

A logística vem sendo usada com o PCP ajudando a controlar algumas ferramentas que são muito comuns pelo uso contínuo na indústria têxtil de confecção. Nas fábricas de confecções, e nas facções/oficinas de costura.

O indicador de desempenho é muito usado na Logística. E algumas poucas empresas aproveitam essa ferramenta para ser usada nas confecções de roupas.

Quando falamos de maquinário, pessoas e produto podem muito bem usa-lo com muito sucesso. O indicador de desempenho vai trabalhar a real necessidade de quais e quantos maquinários, pessoas e produtos precisarão trabalhar no Cronograma que serão programados no parque industrial.

No planejamento de produção quer seja internamente, dentro da fábrica, da confecção ou ainda nas facções de costura, precisarei saber quantos e quais (maquinário, pessoas e produto) saber para produzir determinada programação. Que tipo de máquina, qual o tempo que vou usar. Se a máquina será mecânica ou eletrônica, pois pode ter uma diferença muito grande em velocidade e qualidade. Isso você mede através de uma planilha com o indicar de desempenho. Para que não tenha máquinas sobrando ou máquinas demais.

Partindo agora para o planejando de produto, qual a quantidade que precisarei produzir? Por hora, por dia e até mesmo por semana, Quer seja internamente na sua empresa ou com algum de seus parceiros de facções e/ou oficinas de costura. Tudo isso é importantíssimo em função do que eu tenho de maquinário.

Dessa forma vai poder saber se o seu índice de desempenho está ruim ou bom. Com isso poderá fazer correções e ter resultados melhores. E ainda acompanhar e saber quantas pessoas irão realmente precisar, quais turnos, quantos dias, quais horas. Esses profissionais vão fazer horas extras, trabalhar sábado e domingo. E quem sabe até banco de horas.

O indicador de desempenho vai lhe dar esse resultado, para começar a medir e ver a percentagem que está tendo. Você pode acompanhar através de um soft, de uma planilha de excel. E saberá como está sendo alocados de forma correta o maquinário, produtos e pessoas, para que trabalhe de forma justa no tempo necessário. E ainda muitas das vezes sem a necessidade de fazer horas extras e contratar mais profissionais. E também evitar demissões por não está medindo correto o indicador de desempenho.

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva em Gestão da Indústria de Confecção
Sou natural da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tenho 47 anos, sou graduado em Administração de Empresas pelo Senai/Cetiqt e possuo pós-graduação em Logística Empresarial pela Funcefet. Depois de mais de 19 anos de atuação profissional, posso dizer que sou simplesmente apaixonado pelo mundo da indústria têxtil e de confecção do vestuário.

Últimos posts por Luiz Roberto Saraiva (exibir todos)