Skip to main content

Dr Gestão entrevista Gilberto-Dr Gestão

As fábricas de produtos de moda tiveram uma caída vertiginosa há alguns poucos 10 anos atrás. A cerda de uns 05 anos voltou e retomar a concepção de desenvolver e produzir internamente. Afirmo isso porque muitas delas começarem a entender a real necessidade em ter processos. Provavelmente teremos mais empresas querendo voltar a fabricar internamente seus produtos de vestuário, ao invés de dar para terceiros. Algumas resistiram em continuar com a fábrica, talvez por ter um mix de produto que atenda bem ao mercado. Ou a gestão que considero esse o ponto mais importante.

Eu puder visitar uma dessas fábricas que resistiram e sobreviveram com o não fechamento. Muito embora sempre conseguiram  atender bem o seu publico alvo trabalhando no seguimento de Private Label. Mesmo tendo uma marca própria e uma loja de fábrica. A industrie tem um acabamento antenado no que há de novo no mercado de moda no seguimento do Denim,o famoso Jeans atendendo empresas conceituadas no mercado de marcas como: Animale, Dress To e tantas outras. O nicho que eles escolheram que é calças femininas que por sinal é muito exigente. Não deixa nada a desejar para tantos outros que trabalham com Private Label.

A fábrica não tem um parque industrial enorme, mas um espaço físico que consegue atender a demanda de forma significativa dos seus clientes. As fases da indistripe que todo produto passa são: Corte, Costura interna, Acabamento e Expedição. No conteúdo em vídeo gostaria muito de ter mostrado dois setores que considero importantíssimos Modelagem e o Corte. No momento da minha entrevista com o Sr Gilberto apaixonado por que faz. Percebi  verdadeira paixão que tem pela empresa, mas também de  alguma forma ajuda os que estão inseridos no mercado de Confecção de Roupas, no mercado de moda. E os como eu que são também apaixonados por este seguimento que é a Fabrica de Jeans.

Al longo dos meus 18 anos como gestor de várias empresas e trabalhando com consultorias conheci inúmeras fábricas de jeans. Carrego comigo que sequencia operacional de uma calça, por exemplo. Consegue-se ter resultados muito bons trabalhando com a gestão da produtividade retirando o famoso padre, casamento da frente e costas da calça. Atribuindo isso com a implantação da célula de produção, os resultados são maravilhosos.

A entrevista é pequena com o Sr Gilberto da indistripe, mas consigo trazer para quem está querendo, ou já tem um fábrica de jeans ou facção/oficina tentar tirar algum proveito da entrevista.

 

 

 

 

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva em Gestão da Indústria de Confecção
Sou natural da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tenho 47 anos, sou graduado em Administração de Empresas pelo Senai/Cetiqt e possuo pós-graduação em Logística Empresarial pela Funcefet. Depois de mais de 19 anos de atuação profissional, posso dizer que sou simplesmente apaixonado pelo mundo da indústria têxtil e de confecção do vestuário.