Skip to main content

Como Criar uma Marca de Roupa?

Você já se perguntou como é e quais os processos que compõem a montagem de uma marca de roupa? Como dar este difícil passo inicial para entrar no mercado? E mesmo depois de feito, como ser assertivo?  Várias perguntas aparentemente difíceis, mas que possuem respostas fáceis e rápidas.

Primeiros passos para criar sua marca de roupa

O primeiro passo para se obter uma marca é bem simples. Entenda seu público alvo, saiba quem são seus clientes e deste modo, descubra quem é seu mercado e busque entende-lo.

O melhor modo de realizar estas ações é desenvolver uma pesquisa de mercado, utilizando métodos de pesquisa quantitativos e qualitativos, pesquisas primárias e secundárias, identificando concorrentes e suas técnicas para domínio do mercado que promovem um grande destaque destes com as grandes empresas.

Tome cuidado e fique atento. Muitos empreendedores acreditam que podem montar uma marca simplesmente por que trabalham com isso há muito tempo, seja em uma loja, empresa ou qualquer outro setor de trabalho. E claro, estão certos, realmente qualquer um pode montar sua própria marca. Agora, fazer isso de modo assertivo sem que seja uma total perda financeira que é o verdadeiro desafio.

E Como ser Assertivo?

Busque entender seu público-alvo da melhor forma possível. Atualmente o melhor caminho de fazer isso é através da internet e suas inúmeras ferramentas. Também é possível utilizar incubadoras, existentes nas faculdades, que fazem uma pesquisa de mercado que nada mais é do que o caminho certeiro para se entrar no mercado e ser mais assertivo.

Com esta pesquisa ficam determinadas algumas informações do seu público alvo, como por exemplo:

  • Idade;
  • Gênero;
  • Opiniões do público sobre produtos;
  • Formas de consumo dos produtos;
  • Renda;

Muitas outras informações são determinadas pela pesquisa de mercado e este conhecimento extra vai dizer se é viável ou não abrir sua marca ou ainda se algumas mudanças não fariam sua marca ser mais amplamente aceita pelo mercado. Antes de sair chutando porta por porta para descobrir qual está aberta, perdendo rios de dinheiro no processo, gire a maçaneta calmamente.

É comum que a primeira tentativa não dê certo, a sua primeira ideia de marca raramente será aquela que fará sucesso e te tornará milionário. Muito pelo contrário, uma característica em comum de todas as ideias que atingiram o sucesso foi o fato de terem sido melhoradas desde e alteradas de alguma forma diversas vezes ao longo de seu desenvolvimento ao sucesso.

Como saber se minha ideia é boa?

Através da pesquisa de mercado já será possível ter um horizonte de como será o desempenho de seu produto para a sociedade, mas há outras formas aconselháveis de se verificar isto.

  • Qual será o consumo do seu produto?
  • Qual será sua renda per capita?
  • Qual é a classe social do seu público-alvo?

Quero também alertar sobre um erro comum que vários empreendedores cometem. Nunca vá ao embalo de amigos, familiares e conhecidos. Algum amigo seu abriu um novo negócio e está dando muito certo para ele? Ok parabenize-o, fique feliz com a conquista dele, mas não pense que você seguindo os mesmos passos que ele vai ter o mesmo sucesso.

Cada caso é um caso, o melhor caminho para o sucesso é entender o seu público alvo e desenvolver um produto que atenda as necessidades desta fração da sociedade.

Como tornar minha ideia mais atraente?

E mesmo com um produto que seja exatamente o que as pessoas precisam, ainda é necessário trabalhar em seu design, de modo que atraia as pessoas para o seu produto e gere uma imagem dele na mente de seus clientes.

Existem muitas formas de customizar seu produto para que ele fique com um aspecto diferenciado dos demais, e fazer isso é essencial no mercado da moda atual. Isto representa um verdadeiro destaque em relação à seus concorrentes.

Como Registrar Minha Marca?

Depois de cuidar de todos os detalhes está na hora de se preocupar com o registro de sua marca e assim, impedindo que qualquer pessoa possa copiar suas informações, como design, nome, características específicas e etc. Para garantir que ninguém roube o nome da sua marca ou ainda qualquer outra informação relacionada é necessário registrar sua marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial(INPI).

Fazendo isso ninguém poderá copiar a marca que você criou, garantindo que você seja o único no mercado com seu nome e logotipo.

Qual o próximo passo?

Agora restam apenas os detalhes comerciais tais como:

  • Como será comercialização dos seus produtos;
  • Quem vai vender para você;
  • Como será a etiqueta;

Existem mais detalhes que deverão ser cuidados até a venda de seu produto, mencionei apenas três deles, mas há muitas coisas a serem planejadas e organizadas de modo que você seja mais assertivo.

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva

Luiz Roberto Saraiva em Gestão da Indústria de Confecção
Sou natural da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tenho 47 anos, sou graduado em Administração de Empresas pelo Senai/Cetiqt e possuo pós-graduação em Logística Empresarial pela Funcefet. Depois de mais de 19 anos de atuação profissional, posso dizer que sou simplesmente apaixonado pelo mundo da indústria têxtil e de confecção do vestuário.
Luiz Roberto Saraiva

Últimos posts por Luiz Roberto Saraiva (exibir todos)